IV Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política"

O Cinema de BH

O Grupo Poéticas da Experiência recomenda a mostra: O Cinema de BH


que acontece logo a seguir ao Colóquio no Cine 104!



A mostra O Cinema de BH reúne doze produções recentes de diretores de cinema que moram em Belo Horizonte. Os filmes selecionados ainda não tiveram lançamento no circuito de exibição comercial e a maioria dos títulos será exibida pela primeira ou segunda vez na cidade, o que confere um caráter de lançamento à mostra.


Todas as sessões da mostra serão apresentadas por seus realizadores e após a exibição o público poderá participar de um bate-papo com o diretor e equipe (exceto as sessões de 17h dos dias 16, 17 e 18).



Programação:




:: Sábado, 13 de Abril

17h | Nas minhas mãos eu não quero pregos | Direção: Cris Ventura | Brasil, MG, 2012, 70′ | 14 anos
19h | Ventos de Valls | Direção: Pablo Lobato | Brasil, MG, 2013, 88′| 12 anos
21h | Semana Santa | Direção: Leonardo Amaral e Samuel Marotta | Brasil, MG, 2013, 71′ | 16 anos



:: Domingo, 14 de Abril

17h | Aterro | Direção: Marcelo Reis | Brasil, MG, 2011, 72′ | Livre
19h | Balança mas não cai | Direção: Leonardo Barcelos | Brasil, MG, 2012, 77′ | 12 anos
21h | Vertigem Branca | Direção: Breno Silva, Dellani Lima e Simone Cortesão | Brasil, MG, 2012, 65′ | 14 anos



:: Terça-feira, 16 de Abril

17h | Nas minhas mãos eu não quero pregos | Direção: Cris Ventura | Brasil, MG, 2012, 70′| 14 anos
19h | Família | Direção: Guilherme Reis | Brasil, MG, 2013, 85′ | 16 anos
21h | Otto | Direção: Cao Guimarães | Brasil, MG, 2012, 71′ | Livre



:: Quarta-feira, 17 de Abril

17h | Roda | Direção: Carla Maia e Raquel Junqueira | Brasil, MG, 2011, 70′| Livre
19h | Morada | Direção: Joana Oliveira | Brasil, MG, 2011, 78′ | Livre
21h | Estado de sítio | Direção: André Novais Oliveira, Gabriel Martins, Flávio C. Von Sperling, João Toledo, Leonardo Amaral, Leo Pyrata, Maurílio Martins e Samuel Marotta | Brasil, MG, 2011, 91′ | 14 anos



:: Quinta-feira, 18 de Abril

17h | Morada | Direção: Joana Oliveira | Brasil, MG, 2011, 78′ | Livre
19h | Roda | | Direção: Carla Maia e Raquel Junqueira | Brasil, MG, 2011, 70′| Livre
21h | Matéria de Composição | Direção: Pedro Aspahan | Brasil, MG, 2013, 82′ | 12 anos



Sobre os filmes:




Aterro

Direção: Marcelo Reis
Brasil, MG, 2011, 72 min
Classificação indicativa: livre
Sinopse: Belo Horizonte é uma cidade planejada, construída e inaugurada sob os preceitos
progressistas no final do século XIX. Em cerca de meio século, sua produção de lixo
ultrapassou os limites do sistema de gestão de resíduos e todo o lixo passou a ser jogado a
céu aberto a menos de 5 km do centro da cidade. Aterro é um filme sobre sete mulheres
pioneiras da catação de lixo no Brasil. Diante do atual e controverso sistema de
aterragem, elas falam do aparente inevitável destino do lixo.




Aterro | Landfill [trailer] from Marcelo Reis on Vimeo.



Site oficial: http://www.aterrodoc.com/



Balança mas não cai

Direção: Leonardo Barcelos
Brasil, MG, 2012, 77 min
Classificação indicativa: 12 anos
Sinopse – Um prédio como paisagem e cenário de acontecimentos e memórias. A partir da
reforma do Edifício Tupis, popularmente conhecido como Balança mas não cai, histórias,
fatos e relatos se misturam numa teia imbricada de sensações e percepções. Na relação
com o espaço, passado e presente se confundem e as memórias tornam-se vivas.


Site oficial: http://balancamasnaocai.org/



Estado de Sítio

Direção: André Novais Oliveira, Gabriel Martins, Flávio C. Von Sperling, João Toledo,
Leonardo Amaral, Leo Pyrata, Maurílio Martins e Samuel Marotta
Brasil, MG, 2011, 91 min
Classificação indicativa: 14 anos
Sinopse: Diante da iminência do fim do mundo, um grupo de amigos segue para um sítio
nos arredores da cidade, com a intenção de passar juntos os seus últimos momentos.






Família

Direção: Guilherme Reis
Brasil, MG, 2013, 85 min
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: Dona Augusta Alegre acorda cedo para fazer compras. Prepara o almoço e ao
meio dia arruma os pratos na mesa esperando receber visitas. À noite ela come sonhos,
telefona para os filhos e assiste a novela. Malton Alegre é seu filho mais velho. Sindico e
corretor, administra os problemas do condomínio e da família. À noite, recebe o
telefonema da mãe e assiste a novela com a mulher e as duas filhas. Jhonata Alegre não
assiste a novela. Estuda sociologia, trabalha em uma ONG e se encontra com amigos à
noite, quando todos os dias recebe o telefonema da mãe. Doroti Alegre mora com a mãe.
Não tem amigos, não estuda, não trabalha e não recebe telefonemas. Passa o dia
sonhando com a vida de estilista de moda e com um namorado. Não perde um capítulo da
novela.






Matéria de Composição

Direção: Pedro Aspahan
Brasil, MG, 2013, 82 min
Classificação indicativa: 12 anos
Sinopse: Documentário sobre o processo de criação e composição musical contemporânea
brasileira na relação com o cinema. Entregamos um mesmo vídeo ensaio a três
compositores: Guilherme Antônio Ferreira, Teodomiro Goulart e Oiliam Lanna, e
encomendamos deles uma peça musical que dialogasse com o vídeo. Dois anos depois,
após acompanhar todo o processo, da composição aos ensaios, concerto, gravação e
mixagem das músicas, chegamos a este filme.





Site oficial: http://www.materiadecomposicao.com



Morada

Direção: Joana Oliveira
Brasil, MG, 2011, 78 min
Classificação indicativa: livre
Sinopse: Essa é a história da espera de Dona Virgínia, uma senhora que, há mais de
cinquenta anos, aguarda a desapropriação de sua casa. Ano após ano, o governo ameaça
destruir o lugar onde ela guarda seu passado e suas memórias vivas.






Nas minhas mãos eu não quero pregos

Direção: Cris Ventura
Brasil, MG, 2012, 70 min
Classificação indicativa: 14 anos
Sinopse: Maurino de Araújo mora no bairro Primeiro de Maio (Belo Horizonte) há mais de
30 anos, escultor reconhecido internacionalmente, tem uma vasta produção de obras em
madeira, vive numa casa modesta e dança pelas ruas com seu guarda-chuva em dias de
sol.






Otto

Direção: Cao Guimarães
Brasil, MG, 2012, 71 min
Classificação indicativa: livre
Sinopse: Otto é um filme que acompanha o processo de gravidez de minha mulher e
nascimento de meu filho. Instintivo e visceral como um gesto. Intimista e confidente como
um diário filmado. Uma celebração à vida, um filme de amor.






Roda

Direção: Carla Maia e Raquel Junqueira
Brasil, MG, 2011, 70 min
Classificação indicativa: livre
Sinopse: Entre sambas e memórias, compositores, intérpretes e instrumentistas da Velha
Guarda do Samba de Belo Horizonte fazem roda.





Site oficial: http://rodaofilme.wordpress.com/



Semana Santa

Direção: Leonardo Amaral e Samuel Marotta
Brasil, MG, 2013, 71 min
Classificação indicativa: 16 anos
Sinopse: “Pai, perdoai-os, eles não sabem o que fazem!”






Ventos de Valls

Direção – Pablo Lobato
Brasil, MG, 2013, 88 min
Classificação indicativa – 12 anos
Sinopse: Ventos de Valls é um ensaio dedicado à infância. As linhas do filme convergem à
menina Ana, num enlace de gerações. Seu pai dirige o documentário, nos tempos da
câmera, na proposição da viagem. A família Panadés, da qual Ana descende, está reunida,
de volta à terra natal catalana após mais de cinquenta anos de imigração para o Brasil. O
filme evoca a Guerra Civil Espanhola, a sobrevivência do pós-guerra, os riscos e a coragem
de seguir, uma tragédia e a resiliência da vida na lembrança dos cheiros, dos sabores, das
melodias e canções, trajetos, medos, alegrias, sensações e distâncias, que insistem e
resistem na experiência da criança.


Entrevista com o diretor:




Vertigem Branca

Direção: Breno Silva, Dellani Lima e Simone Cortesão
Brasil, MG, 2012, 65 min
Classificação indicativa: 14 anos
Sinopse: O que me resta é promover a minha própria ruína. Consciente da solidão
inevitável, a encarnação da crueldade.



Pesquisa

Sobre o Colóquio

O Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política" é promovido pelo Grupo de Pesquisa "Poéticas da Experiência", vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMG, com auxílio da CAPES e da FAPEMIG. O colóquio acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de Junho de 2015, no Cine 104

Realização

Grupo Poéticas da Experiência
CAPES
FAPEMIG