IV Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política"

Imagens precárias

junho 5th, 2015  |  Published in 2015, Sinopses_2015

por James Cisneros


7.NO larraín overexposed


A partir de um corpus constituído por filmes da Argentina e do Chile, a apresentação analisa a fragilidade e inconstância das imagens, afetadas pelas modificações que atingiram a produção e a recepção do cinema atual. Em termos materiais, o eclipse da tecnologia analógica diante do surgimento dos meios eletrônicos e digitais implica uma transformação da ontologia da imagem e do seu vínculo com o real. Esta perda da dimensão indicial das imagens não será sem consequências para uma política do traço (ou vestígio) fotográfico que comprova a existência das pessoas desaparecidas ¬– confrontando assim as negações das ditaduras militares na Argentina e no Chile – e também resiste à ascensão da cultura visual própria ao espetáculo. Exploraremos como alguns documentários e filmes de ficção – Restos (Albertina Carri), La Ciudad de los Fotógrafos (Sebastián Moreno), Tony Manero e No (Pablo Larraín) – estão recuperando as tecnologias ultrapassadas e usando as suas imagens precárias para forjar uma poética do anacronismo.



7.tony manero still w celluloid

Pesquisa

Sobre o Colóquio

O Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política" é promovido pelo Grupo de Pesquisa "Poéticas da Experiência", vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMG, com auxílio da CAPES e da FAPEMIG. O colóquio acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de Junho de 2015, no Cine 104

Realização

Grupo Poéticas da Experiência
CAPES
FAPEMIG