Doutor em filosofia (em regime de co-tutela) pela Universidade Federal de Minas Gerais e pela Universidade de Paris I, Mateus Araújo Silva desenvolve pós-doutorado em cinema na ECA-USP, com pesquisa sobre Glauber Rocha. Ao longo dos anos, tem articulado sua formação filosófica com trabalhos no campo da história, da teoria e da crítica de cinema. Publicou ensaios críticos sobre o cinema de Humberto Mauro, Glauber Rocha, Rogério Sganzerla, Charles Chaplin, Jean-Luc Godard, Alexander Kluge, Raul Ruiz, Alain Resnais, Manoel de Oliveira, Serguei Paradjanov, Federico Fellini, Carmelo Bene, Jean-Marie Straub & Danièle Huillet, Pedro Costa, Chantal Akerman e Wim Wenders, entre outros, assim como sobre o pensamento cinematográfico brasileiro (Ismail Xavier, Paulo Emilio Salles Gomes, Jean-Claude Bernardet). Organizou curadorias na França e no Brasil, em torno de Glauber Rocha, Jean Rouch, Pierre Perrault, e do cinema moderno. Traduziu Glauber Rocha na França (Le Siècle du Cinéma, 2006) e uma série de autores franceses no Brasil. É um dos editores da revista Devires – Cinema e Humanidades, da UFMG.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *