IV Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política"

Antecampo entre aspas

André Brasil

Resumo: Em nossa participação, abordaremos o “antecampo” em filmes indígenas, tratatando-o como estratégia reflexiva de amplas implicações culturais (o cinema como manifestação do que Manuela Carneiro da Cunha denominou “cultura com aspas”). Para além de um procedimento estritamente antiilusionista (aos moldes do cinema moderno), o antecampo se expõe como domínio polifônico: se o filme é parte da invenção da cultura, “sua atividade é plural e além do controle de qualquer indivíduo” (James Clifford).

Pesquisa

Sobre o Colóquio

O Colóquio Internacional "Cinema, Estética e Política" é promovido pelo Grupo de Pesquisa "Poéticas da Experiência", vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da UFMG, com auxílio da CAPES e da FAPEMIG. O colóquio acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de Junho de 2015, no Cine 104

Realização

Grupo Poéticas da Experiência
CAPES
FAPEMIG